segunda-feira, 20 de julho de 2009

bons fluidos


Por traz de cada historia, eu tenho milhoes de pensamentos, sabe, todas aquelas noites zuadas, aquelas noites de loucuras, marcara muito minha vida, eu tenho varios sentimentos atras de todas aquelas hora que eu passava longe de casa, era noites muito diveritdas, cheia de bebidas, perigos, atrevimentos e mentiras, mentiras minhas, que eu compartilhava, e as pessoas acreditavam, eu ria delas, elas riam comigo, eu sempre criava uma barreira protetora de todos esse mundo que eu tinha medo de compartilhar, eu achava que assim era mais facil sobreviver, de encarar os problemas que tenho com meu pai, ele ainda continua sendo um problema, mais eu não teho mais tempo de falar dele, mto menos de lembrar de todo o mal estar que ele me fazia e faz - ter um relacionamento complicado com seu pai, pode te atrapalhar em algumas coisas, você sente a falta dele, mais sabe que não precisa mais do apoio, tem vontade de compartilhar teu dia de trabalho, mais nao sabe qual vai ser o humor dele, é dificil isso-. Meus dias eram muito parados, então eu tinha tempo de inventar histórias, tinha tempo de sobra para brigar com meu pai, passava o tempo tempo me martelizando com coisas que nunca tive, imaginava como seria realizar todos meus sonhos, vontades e desejos, longe daqui, era complicado, é complicado não fazer nada, você pira, entra em desespero, odiava isso, odeio ainda, ainda mais com o teu pai dando ataques de raiva varias vezes ao dia, mais de uns tempos para cá, eu estou conseguindo ocupar muito minha cabeça, esforços, preocupaçoes diarias que estao me fazendo crescer ainda mais, fazendo que eu confie em mim e todo esse potencial acumulado, potencial que nem sabia que existia, meu pai sempre ofuscava essa minha ideia, nunca imaginei que conseguiria ir longe, e tão rapido, isso me faz acreditar que consigo entao realizar todos os planos e sonhos que eu planejava enquanto não fazia nada.
Ainda continuo guardando cada detalhe das minhas histórias, das minhas madrugadas e de tudo que passei, ainda vou guardar essa magoa do meu pai, e qualqer outra coisa que ele pode ainda causar, ainda vou continuar mentido em certas ocasiões, porém o mais importante é que eu vou continuar crescendo cada vez mais, confiando só em mim, e acreditando que realizarei todos esses meus planos malucos :)

Não sei se me levo ou se me acompanho
Mas é que se eu perder, eu perco sozinha
Mas é que se eu ganhar
Aí é só eu que ganho
Ana Carolina

* Texto não diretamente direcionado ao meu pai, é apenas algumas observações.
** Obrigada a todos, comentario depois, como sempre hahah

Otima semana a todos ;*

2 comentários:

Hosana Lemos disse...

também tenho alguns problemas com meu pai, nada gritante...problemas comuns de toda família...eu acho.

Adorei o blog! lindo!
^^

bjão

Wagner Ferreira disse...

Sei como é isso. Eu + meu pai= Discussão.
Mas quero muito o bem dele, e sei o quanto ele quer o meu.
e assim a gente segue com o nosso amor que está claramente sub- entendido.
Bjos
POSITIVIDADE EXPANDIDA CONTINUADA