segunda-feira, 15 de junho de 2009

noite de inverno quente...


(...) ai chegou como se já conhecesse á tempos, e tudo aquilo já era normal, intimou, sorriu, beijou, e observava, afinal já estava ali mesmo, parado, clamando por noites diferentes, para aquela noite ser reciproca, um nickelback acustico de fundo, só o violão, sem falar, tirou algo de mim, meu fôlego, um suspiro, uma gemida, um sorriso sem graça, pedia como se fosse uma criança, um beijo, um abraço, um carinho, era tudo tão normal, era tudo tão novo, que eu fechava os olhos e viajava, enquanto ele deslizava, e delirava e me desejava, água caindo no corpo, estralados de beijos provocantes, uma parede verde, com espelhos refletindo os desejos, que saltava de diversas partes do corpo. O friu não era nem mais notado ali, sentiamos como se estivessemos no auge do verão, aquele barulho do vento forte la fora, e aquela sensação de calor dentro de mim, e eu pedia para que esse calor continuasse, que aquela sensação de delirios nunca terminasse, não naquela noite fria e deliciosamente inexplicavél (...)

12 comentários:

Déia disse...

humm nada melhor de reconhecer o quase desconhecido e esquentar as noites frias rs
Adorei! bj

meus instantes e momentos disse...

conhecendo teu blog. Foi bom vir aqui.
Ótimo texto.
Maurizio

Maria Emília disse...

O amor faz maravilhas. Do frio faz quente, do escuro faz luz, e faz tudo o nós quisermos quando nós somos amor.
Um beijinho,
Maria Emilia

Liciane disse...

Obrigada pela visita, também gostei muito do teu blog!!! Bjsss

R.Vinicius disse...

Hum. Interessante. Intenso. Gostei da forma como escreveu. De forma nítida, e delicada, intensa.

Abraço,

R.Vinicius

Sofih disse...

Um esquenta o outro, com união não existe frio! =)

Beijoos

Mah disse...

Eu te amo inexplicavelmente, amor. :)

disse...

Que lindo seu post.

Verões dentro das noites de inverno são realmente inesquecíveis.

Beijos. =P

may disse...

Nada como uma paixão, um sentimento sem sentido, para acabar com qualquer frio, com qualquer medo.

Jeje e disse...

eu te amoooooooooooo demais minha lindona. aconteça oq acontecer, passe o tempo que passar eu sempre vo se a lindona. e sempre vo te ama. da mesma maneira que te amava, alias ate mais :D

EU TE AAAAAAAAAAAAMO, eterna lindona.

Mayana Carvalho disse...

noites frias, corpos quentes.
Perfeito.

Beijos

Thiago Assis disse...

nickelback *.*
acutisco ainda mais *.*

belissima descrição,
tem jeito pra esse tipo de texto ^^


www.thiagogaru.blogspot.com