terça-feira, 31 de março de 2009

addict....

Sabe as vezes eu nem preciso de você, é serio, acha que eu não sou capaz disso ? claro que sou, mais é que eu me martelo tanto nessa mesma tecla, só que poxa, me cansa, eu me rendo a tudo que vem de você, olhares, sorrisos, palavras, internas, qntas internas, eu fecho os olhos e vejo como se fosse ontem, você deitado na minha cama, olhando para o teto, com cara de inconformado, eu estava adorando aquela imagem, não por voce estar inconformado, mais porque você estava ali, deitado, na minha cama, seu cheio no meu travisseiro, hoje vaga lembrança, mais por uma semana eu lembrei não acreditando naquele cheiro bom, para mim não precisava ser melhor, eu fixei bem meus olhos em você, gravei aquelas cenas na minha cabeça, pq ai toda vez que eu fechasse os olhos eu ia ver aqelas cenas, daqueles dias que eu fui feliz, que eu aproveitei, que eu te provei... eu fico aqui parada, sem voz, esperando você falar algo, clamar de novo tuas vontades, para aproveita-las, para saciar qualquer tipo de vontade em ralçao a você, eu sou dependente de tuas vontades, e eu não gosto disso, só qe seus desejos sempre gritam mais alto do que minha vontade de desistir de tudo, ai eu volto a estaca zero, esperando, esperando, esperando..já disse que odeio esperar você né ? pois é. como eu queria mudar essa frase, como eu queria dizer, "suma de uma vez", ou "volte, fique comigo" ! Eu nunca tenho forças para gritar. Eu preciso do teu nome, da tua atenção, saco, não entende isso? Eu preciso virar as costas para você. Porque toda vez que eu tento, eu caio de novo, e volto para o começo o filme, aquele filme que eu gravei na memória, e que não consigo tira-lo, viu como eu escrevo bem quando é de você ? você me faz escrever bem, coisas de impulso, coisas do coração, coisas que eu nem sei que existe, e que até assusto quando paro para ler todas s bostas que escrevo de você, porque me faz escrever de você ? o que ganho com isso? porque perder, eu perco muita coisa, isso eu já sei faz tempo, eu precisava, eu necessitava ver você, exatamente como você me ve, porque voce não permite isso? porque eu não me permito.
Eu caio nisso todos os dias, e todos os dias você tem algo novo e diferente, algo que não tem nada haver comigo, nada tem nada haver comigo, eu e você não combinamos, eu sei disso, mais lá no fundo eu quero acreditar nessa mentira que eu criei a tempos - a mentira de que teu lugar é o meu lado - Eu mordo, reviro, caio, durmo, bebo, saioo, penso, lembrando dessas mentiras criadas por mim, eu me descabelo imaginando como seria diferente, se você fosse diferente, se você fosse, exatamente como eu queria que fosse, e fico com raiva, pq eu te ajudo, e você não entende uma virgula do que eu falo, somente escuta, eu nem sei pq voce me escuta então, já que teu olhos já tem a direção certa para olhar. E então eu vou continuar aqui, mais um dia eu me liberto dessa prisão que é ser viciada em você. você vai ver... um dia...

- Amanha niver da Clau *.*

4 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Fique à vontade quanto ao selo. Obrigado pelo elogio. Voltaremos, sim.

Desabafar Às vezes é bom. Penso que quando "reclamamos" tanto de uma situação que não se resolve logo é porque não tem jeito mesmo ou se tiver vai levar tempo. Então que o tempo não demore tanto pra você.

Até a próxima.

Jota Cê

-

Maria Inácia Bellico disse...

Que desabafo! Eu perdi o fôlego aqui rsrsrsr. Lindo texto! E voc~e quer realmente se livrar dele?

Ótima quarta pra ti.

Bjim*

Camila Colossi disse...

*-*
Eu caio nisso todos os dias, e todos os dias você tem algo novo e diferente,

nossa é assim mesmo que estou agoraa,
ameei o blog

Thiago Assis disse...

dificil esquecer aquilo q nos cativa neh?