segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

aquele vicio...

É por algum motivo que espero, ( que te espero ) que imagino, que sonho, não é possivel que há tanto sofrimento, tanta imaginação disperdiçada, não é possivel que só fique nisso ( não quero que fique só nisso ), eu precisava de uma certeza, mais pra que, de qe vai adiantar ? são tantos sonhos, tantos planos, tanta criatividade, que eu não sei definir, nao sei o que fazer com isso tudo isso, eu te peço ajuda, mais é como se nada fosse tao valioso assim, há um sentimento nisso tudo, mais nós dois, seres humanos estupidos e loucos por aventuras, não sabemos definir aqui, ou qualquer outro lugar..
Como canso de falar aqui, é inexplicavél essa sensação, não é verdade ? eu não sei porque, eu não sei pra que, mais de certa forma tudo isso tem alguma explicação, e espero achar alguma resposta qualquer dia desses, e as esperanças que me cercam ( seja lá qual for o tamanho delas ), nunca me deixam te esquecer, e acho que esse é o nosso problema ( o meu pelo menos ) não deixar...
Não deixar você em paz, não me deixar em paz, não esquecer você, não deixar o destino mostrar o melhor caminho, não deixar você seguir a tua vida sem minhas palavras que te enlouquece, não deixar que você venha atras por live e espontanea vontade........ esse é o erro... o meu erro de mais ninguem. Como é cansativo falar isso ( como se eu odiasse né ) ;

* Não é nem novidade tudo que falei agora, é só para eu ter a certeza (e deixar registrado também), que pensei muito em voce hoje ( mais uma vez )






Um comentário:

thais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.