terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

um assunto atras o outro...


oi :)



Eu sempre gostei de me questionar, e também sempre tive dificuldade de entender certas coisas, eu me acostumo com as coisas com um pouco de dificuldade, eu sempre choro até me acostumar, eu sempre me assusto com as coisas novas - normal para todo mundo - eu sempre busquei achar forças, para qualquer tipo de situação, eu sempre achei que isso fosse uma boa saida para qualquer coisa !

Minha vida anda muito corrida, cheio de problemas, cheio de mudanças, cheia de novas esperanças também, isso é um erro, porque quando eu pedi uma mudança, não era para ser tudo de uma vez - mais tá, isso eu já falei, se mudou desse jeito, é porque tem que ter um motivo, mais vai saber qual - o bom de tudo isso, é que eu não tenho tempo nem para comer, imagine ficar pensando coisas absurdas, mais eu posso estar atolada de serviço, de tarefas da faculdade, eu sempre vou ter um miseravel tempo para pensar em merdas, porque faz parte do meu dia-a-dia, eu juro que eu não queria que fosse assim, porque parace um choque lembrar de certas coisas, ver certas coisas, me asussta - que novidade - é estanho ver minha vida a 1/2 meses atras, olha como mudei em tão pouco tempo, olha o caminho que eu resolvi pegar desta vez, parece que é um descente, mais quem vai ter a verdadeira certeza disso não é ?

Eu não queria me afastar de certas pessoas - de você - mais vou, sei disso, porque não tem outra saida a não ser continuar andando, você sabe que a ausencia vai tomar contar da gente a cada dia, talvez só ficará na lembrança aquela noite gostosa, com musicas e bebidas, ainda se lembra daquela noite não é ? Eu me questiono sempre porque eu ainda insisto nisso, nesse vicio, nessa loucura, nessa perca de tempo, porque eu ainda espero coisas, recados, telefonemas, você . é tão em vão, é tão vazio isso que me confunde, e me machuca quando lembro que não vou mais sentir essa sensação, e não porque eu não quero, e também não seja porque você não queira, é que eu não tenho tempo nem para mim, não tenho nem minha própria cama para dormir direito, imagine, aonde você iria ficar nessa história toda? aonde ficará você apartir desses meu novos e corridos dias ?

É tanta coisa, é tantas linhas, é tanto problema, é tanta angustia, é tanta vontande de fugir, que eu nunca sei por onde começar, meus post ficam sem sentido, nada marcante, tudo confuso, igual eu, igual minha vida, se eu pudesse relatar tudo que penso de verdade, ficaria horas e horas escrevendo milhões de linhas aqui e ficaria muito cansativo, tanto para mim que tenho que voltar ao trabalho, tanto vocês que me acompanham. Eu agradeço a todos que sempre leêm meu blog, que fizeram e fazem comentarios maravilhosos que com certeza me animam com pouca palavras de sentidos fortes !

Vou ficando por aqui, com mais esse texto sem sentido, mais um desabafo estranho e medonho.
Eu já fui melhor nisso ;~

um beijo, até a proxima ;*

Um comentário:

R.Vinicius disse...

Gosto de questionamentos. Acho interessante. Uma pergunta pode revelar muito tanto o questionador, quanto o questionado. Eu não acredito em mudanças, tenho uma teoria sobre isso. Sou cheio de teorias. E tudo é muito confuso na minha cabeça.

Tente pensar na perspectiva de que não haja mudanças. Faça testes assim consigo mesma. Vão surgir respostas, questões e até mesmo novas observações sobre a mudança. Na maioria das vezes, as pessoas sofrem por não saberem como olhar o mundo que há em cada traço. Sei que o melhor do mundo está na pessoa. Há um mundo chamado Sheila e é um belo mundo.

Abraço,

R.Vinicius